Conversões: Alphonse Marie Ratisbonne, Judeu e ateu

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Conversão de Alphonse Marie Ratisbonne
Fundador da Congregação de Nossa Senhora de Sion

Judeu e ateu, Alphonse Marie (Alfonso) Ratisbonne, jovem estrasburguês, cedendo ao zelo apostólico de um de seus compatriotas, o barão Teodoro de Bussière, aceitou colocar sobre o peito a imagem da Medalha milagrosa e a copiar - apenas copiar, porque recusava-se a pronunciar - o "Lembrai-vos", oração criada por São Bernardo de Clairvaux.


No dia 20 de janeiro de 1842, um acontecimento memorável se deu em Roma, na bela igreja de Santo André Delle Fratte, situada perto da praça de Espanha. Afonso, então com 27 anos, por volta de meio dia, entrou na igreja, postando-se de pé, logo à entrada, enquanto aguardava Teodoro de Bussière, o amigo católico. Subitamente, sua vista se embaça, uma força irresistível o arrasta e o lança aos pés do altar do arcanjo São Miguel, situado à esquerda na igreja, próximo à entrada. A Virgem Maria lhe apareceu. Afonso escreveria mais tarde: "Eu estava na Igreja fazia pouco, quando, de repente, senti algo inexprimível; levantei os olhos e tudo estava turvo. Toda a luz havia-se concentrado numa única capela e, do centro desta irradiação (deste esplendor) apareceu, de pé, sobre o altar, brilhante, cheia de majestade e meiguice, a Virgem Maria. Raios luminosos jorravam de suas mãos, exatamente como representado na Medalha Milagrosa. Ela fez sinal, com a mão, para que eu me ajoelhasse. Uma força irresistível me empurrou em sua direção. Ela parecia dizer: 'muito bem!' mas não precisou falar, porque eu compreendi tudo."

Afonso Ratisbonne estava transformado, com o rosto em lágrimas, sacudido por profunda emoção, incapaz de se expressar. Balbuciava, apenas: "...eu a vi ...eu a vi ...agora que eu a vi... conduze-me a um padre."

Desta Aparição, Ratisbonne colheu luzes extraordinárias sobre o mistério da Fé. Depois de um breve retiro, meditação e oração, ele foi solenemente batizado, no dia 31 de janeiro de 1842, em Roma, e recebeu, no mesmo dia, a Santa Comunhão e o sacramento da Confirmação. Em 1848, tornou-se Padre, acrescentando "Maria" ao seu nome, que passou a ser Afonso Maria Ratisbonne. Então Sacerdote, ele se instalou na Palestina e consagrou sua vida ao catecumenato dos convertidos de origem judaica, no seio da congregação (masculina e feminina) de Nossa Senhora de Sion criada e dirigida por seu irmão, igualmente Sacerdote, Teodoro, por mais de cinqüenta anos.

Pode-se adivinhar a impressão profunda que causou no mundo católico, a repentina conversão deste jovem judeu. Tanto que a Igreja não tardou em declarar, após pesquisa canônica exigente, que a conversão de Afonso foi um milagre obtido pela intercessão da bem aventurada Virgem Maria. A imagem da Virgem que converteu Afonso Ratisbonne foi denominada Nossa Senhora do Milagre, hoje padroeira da Ordem dos Mínimos.

"Conversão de Afonso Ratisbonne - Fundador da Congregação de Nossa Senhora de Sion"
TEXTO: CONGREGAÇÃO MARIANA SEDE DA SABEDORIA: http://sededasabedoria.blogspot.com/

+
Compartilhe este artigo :

0 comentários:

Deixe seu comentário

Diga-nos o que voce está pensando... !

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2011. Vas Honorabile - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Inspired by Sportapolis Shape5.com
Proudly powered by Blogger