O Doce Nome de Maria

sexta-feira, 21 de junho de 2013

O nome de Maria vem do Céu. Veio de Deus e foi-lhe imposto por ordem divina. A Santíssima Trindade Vos conferiu este nome, ó Maria, que é superior a todo nome, depois do nome do Vosso Filho; Ela enriqueceu-o de tanto poder e majestade, que o proferí-lo quer que se dobrem os joelhos dos que estão no Céu, na terra e no inferno.

Vários privilégios outorgou o Senhor ao nome de Maria. O Vosso nome, ó Mãe de Deus, está cheio de graças e bênçãos divinas, diz São Metódio. E segundo São Boaventura ninguém o pode proferir devotamente sem dele tirar algum fruto. Por mais endurecido e frouxo que esteja um coração, se chega a invocar-Vos, ó benigníssima Virgem, milagrosamente desaparece a sua dureza, tão grande é a garça do Vosso nome. Sois Vós quem infunde a esperança do perdão e da graça. Vosso nome, diz Santo Ambrósio, é um bálsamo oloroso a exalar o perfume da divina graça. Sim, a lembrança do Vosso nome consola os aflitos, reconduz os transviados para a senda da salvação e livra os pecadores do desespero.

É a respiração um sinal de vida. Também invocar com frequência o nome de Maria é sinal da posse ou da breve aquisição da graça divina, pois esse poderoso nome tem a virtude de alcançar auxílio e vida a quem o pronuncia devotamente. É Ele como torre fortíssima que livra o pecador da morte eterna, até os maiores pecadores acham nessa celeste fortaleza, salvação e defesa. Essa fortíssima torre não só livra de castigos os pecadores, mas defende os justos também dos ardores do inferno. Depois do nome de Jesus, nenhum outro nome há no qual resida socorro e salvação para os homens como no Excelso Nome de Maria.

Especialíssima é sua força para vencer as tentações contra pureza. Isto experimentam seus devotos todos os dias. E isto se deduz das palavras de São Lucas: E o nome da Virgem era Maria – Lucas 1, 27. Fá-lo para nos dar e entender que o nome da puríssima Virgem é inseparável da pureza. Vem aí a frase de São Pedro Crisólogo: “O nome de Maria é indício de castidade; quem duvida se pecou nas tentações impuras, tem um sinal certo de não ter caído, quando se lembra de haver invocado o nome de Maria.”

O nome de Maria é doce sobretudo na hora da morte. Dulcíssimo é, pois, na vida, aos devotos de Maria, seu Santíssimo nome, porque lhes alcança graças extraordinárias. Muito mais doce, porém, ser-lhes-á na última hora, proporcionando-lhes uma suave e santa morte.

Esta breve oração, Jesus e Maria… é fácil de conservar na memória, doce para meditar e forte para defender os que lhe são fiéis, contra os inimigos da salvação. Bem-aventurado aquele que ama teu doce nome, ó Mãe de Deus. É ele tão glorioso e admirável, que quem se lembra de o invocar em artigo de morte, não teme os assaltos do inimigo. Roguemos pois a Deus que nos conceda a graça de ser o nome de Maria a última palavra que nossa língua pronuncie. Ó doce e segura morte, a que é acompanhada e protegida com este Nome de salvação, o qual Deus só concede proferir àqueles que quer salvar.

(Extraído do livro Coração de Mãe cheio de bondade, Servus Mariae, Edições Paulinas, 5ª Edição, 1976, págs. 16/17).

+
Compartilhe este artigo :

0 comentários:

Deixe seu comentário

Diga-nos o que voce está pensando... !

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2011. Vas Honorabile - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Inspired by Sportapolis Shape5.com
Proudly powered by Blogger